Conceitualmente na Medicina Tradicional Chinesa (MTC), são descritos canais de energia por onde fluem a Força ou Energia Vital (CHI), que se distribuem na superfície do corpo, denominados de Meridianos.

Os Pontos de Acupuntura, ou Acupontos, estão distribuídos nestes Meridianos, cada qual com seu local de atuação e função específicos. São estes pontos utilizados para o tratamento pela Acupuntura, após o devido diagnóstico da Desarmonia pela MTC e determinação do Esquema Terapêutico.

O mecanismo de ação é bem conhecido, com embasamento científico, e se inicia com a inserção da agulha na pele que estimula as terminações nervosas locais, indo em seguida até o Sistema Nervoso Central (SNC). Ali ocorre a liberação de algumas substâncias químicas (Neuro-transmissores) que desencadeiam efeitos anti-inflamatórios, analgésicos e mio-relaxantes, bem como ação reguladora dos Sistemas Imune e Endócrino, além de outras funções orgânicas.

Como surge a doença ? 

Ela pode se originar do desequilíbrio entre o Yin (Repouso, Calma, Frio) e o Yang (Movimento, Agitação, Calor) no organismo. Da mesma forma que o Yin e o Yang são essenciais a tudo o que existe no Universo, comprovados pela Teoria da Relatividade de Einstein e pela Teoria Quântica, a harmonia deles rege o funcionamento normal dos nossos sistemas.

E quais fatores podem causar este desequilíbrio, esta desarmonia?

Desde Fatores  Genéticos, Ambientais e Alimentares, até Emocionais desempenham papel  importante no processo de adoecimento, e dependendo do grau de aprofundamento das desarmonias, até a um estado de cronificação e agravamento do quadro.